Aicrete Europe

Vantagens

O que é Concreto Celular Autoclavado?

Concreto Aerado Autoclavado, também conhecido como CCA ou Aircrete, é um material de construção ecológico pré-moldado presente no mercado global há mais de 70 anos e é amplamente utilizado na construção residencial, comercial e industrial.

CCA é um material de construção estabelecido, que rapidamente ganhou relevância no mercado mundial de materiais de construção convencionais por conta de suas características superiores.

Este material de construção sustentável é feito de matérias-primas naturais, como areia (ou cinzas volantes), cimento, cal, gesso, pó de alumínio e água. Esta mistura cria um concreto aerado fornecendo isolamento, estrutura e proteção contra incêndio em um produto leve.

Concreto Aerado Autoclavado, também conhecido como CCA ou Aircrete, é um material de construção ecológico pré-moldado

Graças aos poros de ar no material, o CCA é um excelente isolante acústico e térmico. Os valores de condutividade térmica (λ) estão compreendidos entre 0,08 e 0,16 W / (mK) dependendo da densidade utilizada.

As densidades do produto CCA variam entre 300-800 kg / m³ e a resistência à compressão está na faixa de 2,5 – 6 N / mm², o que o torna um material extremamente eficiente na construção.

Os painéis CCA oferecem novas possibilidades para aplicações de produtos além dos blocos CCA. Em sistemas baseados em painéis, a instalação de elementos pré-fabricados é rápida e fácil. Como resultado, o custo total de um m2 instalado é reduzido em comparação com os métodos tradicionais de construção.

A superfície SUPER LISA dos painéis aumenta permite um acabamento bem rápido, pois as paredes estão prontas para pintura direta.

O tamanho maior dos elementos também permite construção mais rápida, redução de materiais de instalação e mão de obra. Por exemplo, um painel divisório padrão (60cm x 300cm) tem 1,8m2 de parede, equivalente a 12 blocos padrão CCA (25cm x 60cm). Um painel industrial pode ter até uma superfície de 6m2 por elemento (800cm x 75cm).

Todos os produtos de CCA resistem a incêndios, terremotos e outros desastres naturais.

CCA atinge o mais alto nível possível de segurança contra incêndio e pode suportar até 4 horas de exposição direta ao fogo. Não é combustível e é classificado como Euroclasse A1.

A estrutura leve, capacidade de suportar carga e alta resistência à compressão do CCA também contribui para ser o material de construção perfeito em regiões propensas a terremotos e furacões.

Composição do CCA

Concreto Aerado Autoclavado consiste na combinação única de moléculas de Tobermorite 11A e poros de ar. O Tobermorite 11A é uma molécula que, uma vez criada, não pode se decompor fisicamente através do calor, podridão, corrosão ou outro processo químico e, portanto, é muito durável.

Os produtos CCA são produzidos usando uma mistura de matérias-primas abundantes, como areia, cimento, cal e gesso. As matérias-primas são misturadas com água, uma pequena quantidade de pó de alumínio é adicionada e despejada em moldes grandes.

Química do CCA

A História do CCA

O Aircrete como material de construção é produzido industrialmente desde o início do século XX. Na seção abaixo você lê sobre a história relativamente curta deste material de construção de longa duração. A versão estendida da história do CCA pode ser encontrada em um artigo especializado publicado em nossa seção de downloads.

Primeiros dias

Os primeiros desenvolvimentos na história do concreto aerado autoclavado são baseados em uma série de patentes de processo. Em 1880, o pesquisador alemão Michaelis recebeu uma patente sobre seus processos de cura a vapor. O checo Hoffman testou e patenteou com sucesso em 1889 o método de “aeração” do concreto pelo dióxido de carbono. Os americanos Aylsworth e Dyer usaram pó de alumínio e hidróxido de cálcio para obter uma mistura cimentícia porosa, que também recebeu uma patente em 1914. O sueco Axel Eriksson deu um passo importante para desenvolver o CCA moderno quando, em 1920, patenteou os métodos de fabricação de mistura aerada de calcário. e ardósia moída (a chamada “fórmula de cal”).

Download do Artigo